Atendimento domiciliar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.61583/kairs.v26i33.8

Palavras-chave:

Atendimento domiciliar, Gerontologia, Cuidadores

Resumo

O crescimento do atendimento domiciliar no Brasil é recente e muito vem sendo discutido sobre esse segmento de prestação de serviço, tanto no setor privado quanto no setor público. Neste artigo, serão abordadas, de forma breve, experiências de profissionais bacharéis em Gerontologia como responsáveis pela gestão do cuidado em empresas com foco na atenção domiciliar, enfatizando os processos gerenciais, a supervisão de cuidadores e o atendimento à pessoa idosa e família.

Referências

Angelo, M. (2005). O Contexto Familiar. In Y. A. O. Duarte, & M. J. E. Diogo, Atendimento domiciliar: um enfoque gerontológico (pp. 55-65). Atheneu.

Dal Ben, L. W. (2005). Dimensionamento do pessoal de enfermagem em assistência domiciliária: percepção de gerentes e enfermeiros [Tese de doutorado, Universidade de São Paulo]. Biblioteca Digital USP. https://teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7136/tde-30102006-103154/pt-br.php

Duarte, Y. A. O., & Lebrão, M. A. (2006). O cuidado gerontológico: um repensar sobre a assistência em gerontologia. In: L. Pessini, & C. P. Barchifontaine (Orgs.), Bioética e Longevidade Humana (pp. 467-475). Edições Loyola.

Melo, R. C., Silva, T. B. L., & Cachioni, M. (2015). Desafios da formação em Gerontologia. Revista Kairós Gerontologia, 18(19), 123-47. https://revistas.pucsp.br/index.php/kairos/article/view/27261

Downloads

Publicado

2023-12-23

Como Citar

Marques, J., Garcia Sandrin, M., & Santos Lima, L. (2023). Atendimento domiciliar. KAIRÓS-GERONTOLOGIA, 26(33). https://doi.org/10.61583/kairs.v26i33.8

Edição

Seção

Artigos