Experiências práticas da atuação do gerontólogo em um serviço de reabilitação em idosos

Autores

  • Carolina Carneiro das Neves Santos .
  • Cinthia Costa Ponce
  • Juliana Duarte Nunes
  • Merielli Casagrande Camargo
  • Milena Telles

DOI:

https://doi.org/10.61583/kairs.v26i33.39

Palavras-chave:

Centro de reabilitação, Atendimento integral à saúde do idoso, Gerontologia

Resumo

O objetivo do presente artigo é discutir experiências práticas da atuação do gerontólogo em um serviço de reabilitação em idosos. Será discutido o papel do gerontólogo como facilitador e articulador da interdisciplinaridade, bem como suas contribuições para que a pessoa idosa seja bem assistida no contexto dos serviços de reabilitação. O gerontólogo possui uma visão articulada, ampla e integrada do envelhecimento, auxiliando os profissionais a estabelecer uma orientação efetiva e coerente com cenário biopsicossocial da pessoa idosa dentro da reabilitação.

Referências

Camacho, A. C. L. F. (2002). A gerontologia e a interdisciplinaridade: aspectos relevantes para a enfermagem. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 10(2), 229-33. https://doi.org/10.1590/S0104-11692002000200016

Carvalho, F. C. R., Neri, A. L. & Yassuda, M. S. (2010). Treino de Memória Episódica com Ênfase em Categorização para Idosos sem Demência e Depressão. Psicologia: Reflexão e Crítica, 23(2), 317-23. https://doi.org/10.1590/S0102-79722010000200014

Diogo, M. J. D'E. (2000). O papel da enfermeira na reabilitação do idoso. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 8(1), 75-81. https://doi.org/10.1590/S0104-11692000000100011

Lima, A. M. M. (2009). Graduação em Gerontologia: da inovação pedagógica à formação da identidade profissional do gerontólogo. Revista Kairós, 12(Especial 4),19-31. https://doi.org/10.23925/2176-901X.2009v12iEspecial4p%25p

Lima-Silva, T. B., Ordenez, T. N., Suzuki, M. Y., Almeida, E. B.de; Martins, D. & Salmazo-Silva, H. (2012). Propostas de gestão dos equipamentos de atenção ao idoso: Relatos de experiência do profissional gerontólogo. Revista Temática Kairós Gerontologia,15(6), 515-28. https://doi.org/10.23925/2176-901X.2012v15iEspecial13p515-528

Llewellyn, G., Bundy, A., Mayes, R., McConnell, D., Emerson, E., & Brentnall, J. (2010). Development and psychometric properties of the Family Life Interview. Journal of Applied Research in Intellectual Disabilities, 23(1), 52-62. doi:10.1111/j.1468-3148.2009.00545.x

Martín, I. (2006). A arte de envelhecer: Gerontologia profissão do futuro? In Fórum/Seminário A Arte de Envelhecer: Retrato Actual e Desafios. Escola Superior de Saúde de Bragança, 12-14 de janeiro de 2006.

Mercadante, E. F., Goldfarb, D C., & Lodovici, F. M. M (2007). Graduação em Gerontologia: formação de gerontólogos para o enfrentamento dos desafios do envelhecimento humano, na pesquisa, docência e gestão técnico-profissional. Educação Profissional: Ciência e Tecnologia, 1(2), 231-43.

Neri, A. L. (2000). Qualidade de vida na velhice e atendimento domiciliário. In Y. A. O. Duarte & M. J. D’E. Diogo, Atendimento domiciliar: um enfoque gerontológico (pp. 33-48). Atheneu.

Organização Mundial da Saúde. (2010). Relatório mundial sobre a deficiência. Reabilitação (Capítulo 4, pp. 97-139). https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/44575/9788564047020_por.pdf

Pavarini, S. C. I., Mendiondo, M. S. Z., Barham, E. J., Varoto, V. A. G., & Filizola, C. L. A. (2005). A arte de cuidar do idoso: gerontologia como profissão? Texto & Contexto - Enfermagem, 14(3), 398-402. https://doi.org/10.1590/S0104-07072005000300011

Pereira, F. (2008). Gerontólogo: A construção de uma nova profissão na área da saúde [Tese de Doutorado, Universidade Nova Lisboa]. http://hdl.handle.net/10198/6152

Pereira, L. S. M., Dias, R. C., Dias, J. M. D., Gomes, G. C., & Sitta, M. I. (2011). Fisioterapia em Gerontologia. In E. V. Freitas, & L. Py (Eds.), Tratado de Geriatria e Gerontologia (4a ed., pp. 1404-1421). Guanabara Koogan.

Rimmer, J. H. (2006). Use of the ICF in identifying factors that impact participation in physical activity / rehabilitation among people with disabilities. Disability and rehabilitation, 28(17), 1087-95. https://doi.org/10.1080/09638280500493860

Storbeck, C., & Pittman, P. (2008). Early intervention in South Africa: moving beyond hearing screening. International journal of audiology, 47 (Suppl 1), S36–S43. https://doi.org/10.1080/14992020802294040

Stucki, G., Stier-Jarmer, M., Grill, E., & Melvin, J. (2005). Rationale and principles of early rehabilitation care after an acute injury or illness. Disability and rehabilitation, 27(7-8), 353-9. https://doi.org/10.1080/09638280400014105

Downloads

Publicado

2023-12-23

Como Citar

Carneiro das Neves Santos, C., Costa Ponce, C., Duarte Nunes, J., Casagrande Camargo, M., & Telles, M. (2023). Experiências práticas da atuação do gerontólogo em um serviço de reabilitação em idosos. KAIRÓS-GERONTOLOGIA, 26(33). https://doi.org/10.61583/kairs.v26i33.39

Edição

Seção

Artigos