Atuação do profissional bacharel em Gerontologia na área da pesquisa e na docência universitária

Autores

DOI:

https://doi.org/10.61583/kairs.v26i33.10

Palavras-chave:

Gerontologia, Educação, Pesquisa

Resumo

Este artigo discorre sobre a atuação do profissional gerontólogo, bacharel em Gerontologia, na área da pesquisa e na docência universitária e apresentará relatos de experiência sobre esses tópicos. Os relatos apresentados sugerem que a formação do gerontólogo habilita esse profissional a atuar em ações de ensino, pesquisa e extensão; tendo qualificação para realizar a gestão de equipes interprofissionais, programas de educação gerontológica, e de formação de recursos humanos na área do envelhecimento.

Referências

Albuquerque, M. S., & Cachioni, M. (2013). Pensando a gerontologia no ensino fundamental. Revista Kairós: Gerontologia, 16(3), 141-63. https://doi.org/10.23925/2176-901X.2013v16i3p141-163

Alves, G.G.M. (1997). Universidade da Terceira Idade como alternativa de resgate da cidadania idosa: análise do caso da UNIMEP, [Dissertação de mestrado, Universidade Metodista de Piracicaba].

Associação Brasileira de Gerontologia. (2020). Cursos de Gerontologia. https://www.abgeronto.org.br/cursos-de-gerontologia

Bet, P., Castro, P. C., Chagas, M. H. N., & Ponti, M. A. (2019). Accelerometry data analysis for identification of fallers using the six-minute walk test. Biomedical Physics & Engineering Express, 5(6), 065007.

Brucki, S. M. D., Nitrini, R., Caramelli, P., Bertolucci, P. H. F., & Okamoto, I. H. (2003). Sugestões para o uso do mini-exame do estado mental no Brasil. Arquivos de Neuropsiquiatria, 61(3-B), 777-81. https://doi.org/10.1590/S0004-282X2003000500014

Cachioni, M., Delfino, L. L., Yassuda, M. S., Batistoni, S. S. T., Melo, R. C., & Domingues, M. A. R. C. (2017). Bem-estar subjetivo e psicológico de idosos participantes de uma Universidade Aberta à Terceira Idade. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 20(3), 340-51. https://doi.org/10.1590/1981-22562017020.160179

Cachioni, M., Ordonez, T. N., Batistoni, S. S. T., & Lima-Silva, T. B. (2015). Metodologias e estratégias pedagógicas utilizadas por educadores de uma Universidade Aberta à Terceira Idade. Educação & Realidade, 40(1), 81-103. https://doi.org/10.1590/2175-623645741

Carvalho, L. P. N. (2018). Desempenho de idosos com diferentes níveis de escolaridade em um teste cognitivo digital [Dissertação de mestrado, Universidade Federal de São Carlos]. RI UFSCar - Repositório Institucional da UFSCar. https://repositorio.ufscar.br/handle/ufscar/10036

Lei nº 8.842, de 4 de janeiro de 1994. (1994, 5 de janeiro). Dispõe sobre a Política Nacional do Idoso, cria o Conselho Nacional do Idoso e dá outras providências. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8842.htm

Melo, R. C., Lima-Silva, T. B., & Cachioni, M. (2015). Desafios da formação em Gerontologia. Revista Kairós: Gerontologia, 18(19), 123-47. https://doi.org/10.23925/2176-901X.2015v18iEspecial19p123-147

Ministério da Saúde. (2018). Agenda de Prioridades de Pesquisa do Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Departamento de Ciência e Tecnologia. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/agenda_prioridades_pesquisa_ms.pdf

Morley, J. E., Vellas, B., van Kan, G. A., Anker, S. D., Bauer, J. M., Bernabei, R., Cesari, M., Chumlea, W. C., Doehner, W., Evans, J., Fried, L. P., Guralnik, J. M., Katz, P. R., Malmstrom, T. K., McCarter, R. J., Gutierrez Robledo, L. M., Rockwood, K., von Haehling, S., Vandewoude, M. F., & Walston, J. (2013). Frailty consensus: a call to action. Journal of the American Medical Directors Association, 14(6), 392-7. https://doi.org/10.1016/j.jamda.2013.03.022

Neri, A. L., Guariento, M. E., Coimbra, I., Cintra, F. A. (2011). Processo gradual e contextualizado da construção interdisciplinar do programa de Pós-Graduação em Gerontologia da Unicamp. In A. Philippi Jr. & A. J. Silva, Neto (Eds.). Interdisciplinaridade em Ciência, Tecnologia e Inovação (pp. 447-487). Manole.

Pavarini, S. C. I., Barham, E. J., & Filizola, C. L. A. (2009). Gerontologia como profissão: o projeto político-pedagógico da Universidade de São Carlos. Revista Kairos: Gerontologia, 12(4), 83-94. https://doi.org/10.23925/2176-901X.2009v12iEspecial4p%25p

Pelham, A., Schafer, D., Abbott, P., & Estes, C. (2012). Professionalizing Gerontology: why AGHE must accredit Gerontology Programs. Gerontology & Geriatrics Education, 33(1): 6-19. https://doi.org/10.1080/02701960.2012.638348

Portaria nº 2.528, de 19 de outubro de 2006. (2006, 20 de outubro). Aprova a Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa. Ministério da Saúde. http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2006/prt2528_19_10_2006.html

Santos, A. N. M., Nogueira, D. R. C., & Borja-Oliveira, C. R. (2018). Automedicação entre participantes de uma Universidade Aberta à Terceira Idade e fatores associados. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 21(4), 419-27. https://doi.org/10.1590/1981-22562018021.170204

Santos, A. N. M., Nogueira, D. R. C., Gutierrez, B. A. O., Chubaci, R. Y. S., & Oliveira, C. R. B. (2020). Doenças cardiometabólicas e envelhecimento ativo – a polifarmácia no controle. Revista Brasileira de Enfermagem, 73(2), e20180324. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0324

Universidade de São Paulo. (2020). Projeto Político Pedagógico: Curso de Gerontologia. Escola de Artes, Ciências e Humanidades. http://www5.each.usp.br/wp-content/uploads/2015/11/Projeto-Pol%C3%ADtico-Pedag%C3%B3gico-_GERONTOLOGIA.pdf

Universidade Federal de São Carlos. (2018). Projeto Político Pedagógico: Curso de Graduação Gerontologia. Centro de Ciências Biológicas e da Saúde. https://www.gerontologia.ufscar.br/pt-br/media/arquivos/graduacao/projeto-pedagogico-gerontologia.pdf

Downloads

Publicado

2023-12-23

Como Citar

Medeiros dos Santos, A. N., Cabett Cipolli, G., Pelegrini N. de Carvalho, L., & Bento Lima da Silva, T. (2023). Atuação do profissional bacharel em Gerontologia na área da pesquisa e na docência universitária . KAIRÓS-GERONTOLOGIA, 26(33). https://doi.org/10.61583/kairs.v26i33.10

Edição

Seção

Artigos